Conecte-se conosco




cidades

Após mal entendido, família processa jovem por um possível tentativa de sequestro

Tudo começou após a divulgação de um vídeo

Publicado

em

suposta tentativa de sequestro

Uma jovem foi acusada de sequestrar uma criança no terminal rodoviário da cidade de Indaiatuba, após a divulgação de um vídeo das redes sociais. Segundo o Dr. Danilo Amâncio Leme, delegado do primeiro distrito de Indaiatuba, tudo começou após a divulgação de um vídeo que mostraria um suposto sequestro.

A mãe da adolescente procurou a polícia civil bastante preocupada e estava disposta a explicar a mãe da criança que de forma alguma a sua fila teve a intensão de sequestrar o bebe, mas que teria achado que era de um outro casal.

A família não aceitou e achou que teve sim uma tentativa de sequestro e vai seguir com os procedimentos. Segundo o delegado, a família do bebê disse que a jovem sabia que a criança era sua filha, e que acredita sim que esse foi um caso de sequestro.

Além disso, o delegado disse que dificilmente uma sequestradora iria até a delegacia prestar depoimento livremente e dizer que foi um mal-entendido, mas que sempre é importante ter um alerta sobre esses casos.

Já a família da jovem que foi acusada, em virtude dos acontecimentos, disse que também vai processar por calunia e difamação, e um caso que poderia ter sido resolvido na delegacia, segue para o âmbito judicial.

O conteúdo do site é protegido. Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.



Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cidades

Em Operação Natal 2019 Guarda Civil intensifica patrulhamento

O secretário de Segurança Pública, Sandro Bezerra Lima, reforça que a Operação Natal não prejudica o patrulhamento de outras regiões

Publicado

em

Guarda Civil reforça patrulhamento para Natal

Em uma Operação denominada de Natal, desde o dia 1º de dezembro a Guarda Civil intensificou o patrulhamento nas regiões comerciais de Indaiatuba. A ação visa promover mais segurança para a população aproveitar o atendimento de horário estendido dos comércios nesta época do ano.

Além do reforço no patrulhamento preventivo da Guarda Civil, as equipes do monitoramento urbano e viaturas de plantão estão intensificando o trabalho para que as famílias possam fazer suas compras e passeios de natal com tranquilidade.

O secretário de Segurança Pública, Sandro Bezerra Lima, reforça que a Operação Natal não prejudica o patrulhamento de outras regiões e explica como funciona a ação de prevenção.

“O Geac (Grupo Especial de Analise Criminal) desenvolveu um plano de patrulhamento que colocou na rua os 32 guardas recém formados. As equipes da Romi (Rondas Ostensivas com Motos de Indaiatuba) estão focadas nas áreas comerciais, onde o trânsito é intenso e com as motos é possível um deslocamento mais ágil, se necessário.  Já as viaturas do GAP estão percorrendo as regiões com grande circulação e apoiando as viaturas setoriais.”

O conteúdo do site é protegido. Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.



Continue Lendo

cidades

Rio Mirim quase seco e SAAE nega racionamento de água

Publicado

em

rio Mirim abaixo do níel esperado

O rio Mirim que abastece boa parte da população está muito abaixo d nível normal. Apesar estar quase seco, o SAAE – Serviço Autônomo de Água e Esgotos de Indaiatuba informou a população que a capacidade de armazenamento do local está em 60%. Disse ainda que não existe perigo de racionamento.

Acontece que não é bem isso que a população está sentindo quanto ao abastecimento proveniente do Rio Mirim. Muitos alegam que desde terça-feira (29), é recorrente a falta de água. Além de diversas imagens da internet mostram o reservatório do rio Capivari-Mirim bem vazio.

Também, os moradores reclamam que quando ligam para a SAAE, a empresa informa que tinha um problema, que já foi resolvido. Mas a falta de água ainda permanece. Fica bem claro que existe sim um racionamento em decorrência do Rio Mirim estar bem seco. O problema vem sendo visto a olho nu por quem passa no local.

A população está se sentindo abandonada pela empresa, sem informações corretas sobre a falta de água. Se realmente o Rio Mirim está com sua capacidade reduzida e quando esse problema de abastecimento será resolvido em Indaiatuba.

Em nota, o Saae informou:

"Em virtude do rompimento da adutora de água bruta do rio Capivari-Mirim, que transporta água para a Estação de Tratamento de Água – Vila Avaí, foi necessário interromper o tratamento. Essa interrupção ocasionou queda nos níveis dos reservatórios, agravado pelo consumo elevado devido ao forte calor. O conserto foi finalizado nesta madrugada e o bombeamento de água para tratamento já foi retomado, porém, o sistema de distribuição ainda está se restabelecendo, causando baixa pressão nas redes da Zona Norte. Pedimos que a população economize água para que o sistema volte mais rapidamente. Agradecemos a compreensão", diz o comunicado.

Resta saber até quando as pessoas que moram nos bairros afetados terão o retorno do abastecimento de forma correta. E se o SAAE vai assumir que o Rio Imirim está com o nível bem abaixo do esperado.

O conteúdo do site é protegido. Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.



Continue Lendo

cidades

Após ação desastrosa, 4° bombeiro morre no RJ após combate a incêndio em boate

Publicado

em

Mais um bombeiro morre d incêndio da boate

Morreu na madrugada de domingo (20) o 4° bombeiro que tinha se ferido enquanto realizava o combate a incêndio em uma boate localizada na região central do Rio de Janeiro.

+ Mulher quase morre após pegar bactéria mortal salão de beleza

O bombeiro sargento Rafael Magalhães Frauches Alves, do Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro, estava internado em estado grave. No dia do incêndio, na sexta-feira (18) outros 3 bombeiros já tinham morrido no local, e as causas mais possíveis para o acidente seria a inalação de fumaça tóxica. Eles teriam sido teria surpreendidos durante a ação de combate ao fogo.

Além dos quatro mortos, um quinto bombeiro, o capitão David Mont´Serrat Vieira da Cunha, está internado em estado estável na unidade hospitalar da corporação.

O fogo na boate Quatro por Quatro, localizada no centro da cidade, começou por volta das 11h30 em um edifício que tinha quatro andares e ficava em uma área comercial movimentada, na Rua Buenos Aires.

O Corpo de Bombeiros vai abrir uma sindicância para apurar as causas das mortes. Em nota, a corporação prestou solidariedade aos familiares e amigos das vítimas.

"Nosso pesar e nossa continência a estes militares que morreram cumprindo a valorosa missão que escolheram. Serão lembrados como verdadeiros heróis", afirmou o comandante-geral da corporação, coronel Roberto Robadey Jr.

Sobre o acidente, o governador Wilson Witzel (PSC) lamentou as mortes e decretou luto de três dias no estado.

"São heróis que perderam suas vidas cumprindo o seu dever. Ordenei rigorosa apuração dos fatos que resultaram nesta tragédia. Presto solidariedade às famílias das vítimas. Que Deus os receba e abençoe".

Essas mortes envolvendo os bombeiros chamou a atenção de especialistas, pois todos os profissionais recebem treinamento avançado em ocorrência de fogo, e fica uma dúvida do porque os militares entraram em uma área com fogo sem a proteção necessária, onde existia a possibilidade de sufocamento por gases tóxicos em decorrência da boate ser um espaço fechado, sem muitas saída de ar, o que propicia o acúmulo de fumaça.

O conteúdo do site é protegido. Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.



Continue Lendo

POPULARES